15 de junho de 2015

Os veterinários não trabalham de borla?!

Muitas vezes leio por aí comentários de pessoas extremamente indignadas com os preços que se praticam nas clínicas/hospitais veterinários. Recentemente vi até que estavam chocadas com o facto da eutanásia ser paga e que é uma vergonha, que encontram animais na rua, levam a uma consulta e ainda têm de pagar.
Vamos lá ver: um veterinário é uma pessoa, certo? Uma pessoa que tem de pagar as contas, não é? Pessoa essa que estudou pelo menos cinco anos na universidade e cujo trabalho não é apenas dar festinhas aos animais.
Não existe nenhum hospital veterinário público, logo não há apoio do Estado nesta área. Se eu abrir uma clínica tenho de pagar o aluguer, os equipamentos, o ordenado dos outros veterinários e funcionários e por aí adiante. Os tratamentos têm custos associados e não me podia dar ao luxo de não cobrar nada porque aí ia à falência e não haveriam médicos para tratar dos animais.

Qualquer veterinário adorava poder salvar todos os animais mas eles não vivem do ar. E infelizmente o amor pelos animais não paga contas, ao contrário do que muitas pessoas devem pensar.




Love, Mi

16 comentários:

  1. Eu adoro animais e as vezes custa-me pensar que há pessoas que querem ajudar os seus bichinhos e não têm posses para isso. Posto isto, é óbvio que há que pensar no outro lado. Nestas situações as pessoas ficam tão cegas com as emoções que se esquecem que estão a usufruir de um serviço e que o mesmo tem custos. Quando era mais nova quis ser veterinária, acabei por desistir porque não ia aguentar a carga emocional e o que acabaste de escrever faz-me acreditar que tomei a escolha certa porque eu ia querer ajudar tudo e todos e ia acabar na rua.

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
  2. Eu compreendi o teu ponto de vista. Apenas reconheço que é uma profissão que é preciso ter muito estômago, ainda mais quando se adora animais. Sinceramente não compreendo porque nunca se investiu num hospital veterinário público (agora as coisas estão mais complicadas e ainda vai ser mais difícil, mas nem sempre foi assim). Mas eu percebo perfeitamente o que queres dizer. Por exemplo, eu estudei edição e o que mais ouço dizer é que as pessoas não compram livros porque são caros. O que maior parte se esquece é que o tratamento de um livro passa por muitos intervenientes que também têm de ser pagos. As pessoas querem Fifty Shades of Grey e Harry Potter a um preço baixo mas esquecem-se do tradutor, editor, revisor e, noutros casos, do ilustrados e por aí fora. Sem contar os materiais, claro. Eu sei que é uma comparação rebuscada mas essa experiência ajuda-me a compreender o que queres dizer aqui, num caso mais sério onde as implicações são maiores.

    ResponderEliminar
  3. Esqueci-me de dizer que, por acaso, desconhecia que tinha aberto um hospital solidário com todas essas modalidades. É um passo na direcção certa!

    ResponderEliminar
  4. Também já me deparei com comentários do género. Calculo que um veterinário se veja muitas vezes numa posição ingrata. Eu gostava de ser, mas acho que ia deprimir ahah

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente o estado não ajuda nada nessa área, e os veterinários não há muito que possam fazer, mas por acaso conheço uns que "facilitam" o pagamento das pessoas que não têm dinheiro, tanto como pagar em prestações, como pagar menos do que era o previsto. Infelizmente se todos fossem assim acabavam todos sem emprego, mas tenho pena de muita gente não puder levar os bichinhos ao veterinário por ser tão caro. Espero que alguém se lembre de abrir um veterinário público quando a situação financeira do país melhorar.
    Beijinhos
    www.walldrawingss.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Como eu costumo dizer: num mundo ideal, se há sabedoria para salvar vidas isso não devia ser pago. É o meu ponto de vista. Mas com isto não estou obviamente a dizer que os veterinários e médicos não receberiam salário, obviamente. Só acho que a saúde deveria ser um direito de todos, e não é. Porque tudo tem custos (e os fármacos, então, elevadíssimos!)

    Na medicina humana as coisas ainda são comparticipadas o que ajuda pessoas com menos posses (e ainda assim, vêem-se idosos com reformas pequeníssimas a gastá-la quase toda nos médicos). Na veterinária existem, e ainda bem, as associações que ajudam pessoas com menos posses. O problema é que nem toda a gente sabe disso. Esta mentalidade pequena contra a medicina veterinária enerva-me imenso porque a mesma não existe para a medicina humana.
    Eu ajudo muitos animais e vou muitas vezes a veterinários que trabalham com associações e sei o que eles passam. A sorte é que têm muito trabalho e muitos clientes fiéis. São baratos, claro, mas trabalham muito mais que nas clínicas mais caras. E isso irrita-me. Irrita-me imenso que essas pessoas não sejam reconhecidas como médicos. Irrita-me que as pessoas fiquem indignadas por terem de dar 30€ para uma castração, mas se têm de tomar um medicamento de 40€ nem perguntam se há alternativas. Indignam-se que uma consulta veterinária seja de 20€ mas quando têm de pagar 70€ por uma consulta de 10 minutos num especilista nem sequer piam.

    Irrita-me a maneira como a sociedade vê quem gosta e trata de animais, a maneira como se queixam de tudo como se não fossem ser vivos como nós.

    ResponderEliminar
  7. As pessoas esquecem-se que o veterinário é uma instituição privada e como em todas as instituições privadas as consultas não são propriamente do mais barato que há.

    Soube que vai abrir um hospital solidário em Portugal (pelos vistos é o primeiro) e fiquei feliz com isso, apesar de achar que já se deveria ter apostado nisso mais cedo, mas mais vale tarde do que nunca!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo que percebi, esse hospital tem três preços: o normal, para associações e para pessoas carenciadas devidamente sinalizadas. :)

      Eliminar
  8. As vezes faz tudo por amor mais isso não pode por
    eles tem familia, ótima postagem
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  9. Sim, as pessoas devem pensar que tratar os animais é dar festinhas e já está... enfim.. só quem está dentro das coisas é que sabe verdadeiramente o que custa...

    beijinhos
    Pretty Little Stories

    ResponderEliminar
  10. Existem dois hospitais de custos baixos , um na associação portuguesa dos animais que é em Cascais se não estou em erro e outro que abriu esta semana que cobra apenas o que a pessoa pode pagar , levando o papel do irs e da segurança social.
    Mas eu concordo contigo , e as vezes as pessoas antes de comprarem ou adotarem os animais esquecem-se que também tem de ter condições para pagar os seus tratamentos pois eles também adoecem.
    Eu tenho 8 cães e nunca me queixei , se os tenho é porque posso cuidar deles devidamente.

    ResponderEliminar
  11. É triste que ainda existam pessoas que pensam assim... E essa imagem que escolheste diz muita coisa!

    ResponderEliminar
  12. Concordo com tudo o que dizes, mas infelizmente à muitas pessoas assim.
    Beijinhos

    http://thegoldprint.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. O teu texto aliado à imagem diz tudo! As pessoas são tão hipócritas. Parece que nem se lembram, como bem dizes, que os veterinários são pessoas e não vivem do ar, têm uma casa e contas para pagar! Além disso como é que podem sequer dar dinheiro por uma vida animal??? Com tantos que estão abandonado!! E nem é só isso: como é que a vida de um animal pode ser um negócio? É quase como vender seres humanos, é tudo contra, é horrível, que filme de terror, bla bla bla mas com os animais já não é feio? Já não é nojento? Porra são seres vivos!! Vidas são vidas, seja de animais com 4 patinhas ou animais como os humanos, de 2 patas e muitas vezes sem cérebro -.-

    ResponderEliminar
  14. Verdade! Acho tão injusto o estado não apoiar porque afinal de contas o animal doméstico é como se fosse da família, pelo menos eu encaro a minha cadela como a minha "irmã com pêlo" faz parte da família...
    Os veterinários têm tantos gastos que as pessoas nem imaginam :o

    ResponderEliminar
  15. É óbvio que os veterinários não vivem do ar mas muito sinceramente às vezes os preços são um exagero!
    E acho uma grande parvoíce as pessoas comprarem animais, como se fossem coisas, mas depois não terem dinheiro para cuidar deles...
    http://j0anarodrigues.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Thank you much :)